A Via Varejo e o Magazine Luiza informaram que registraram resultados recordes na Black Friday de 2020. A Via Varejo declarou ter atingido um GMV de R$ 3 bilhões apenas na campanha, 37% acima dos R$ 2,2 bilhões de 2019. O Magazine Luiza, por sua vez, informou que o crescimento do e-commerce em novembro ficou acima de 100%.

Os resultados estão em linha com o que foi reportado pelas mais diferentes plataformas no decorrer da sexta-feira (veja vídeo abaixo). A VTEX, por exemplo, reportou que o crescimento da Black Friday de 2020 sobre 2019 foi aumentando ao decorrer do dia, chegando a 47% no final da tarde. A Anymarket, por sua vez, reportou que os marketplaces chegaram a receber 200 pedidos por minuto durante a Black Friday.

A Via Varejo reportou que só as vendas online cresceram 99% no período. Considerando apenas o marketplace, o crescimento da Via Varejo chegou a 125%. A empresa afirma que o seu market share cresceu 4,2 pontos percentuais, segundo análise da Compra & Confie.

Já o Magazine Luiza não abriu números, mas informou que o seu market share cresceu 10 pontos percentuais no e-commerce durante a Black Friday, conforme análise da Ebit/Nielsen. A rede também ampliou as vendas na categoria de mercado, com mais de 1 milhão de itens vendidos. Destaque para itens como cerveja, ketchup, creme de leite, achocolatado, fralda e protetor solar.

A plataforma de ERP Bling reportou que as vendas nas plataformas e marketplaces cresceram 168% na Black Friday deste ano, em relação à edição anterior. De acordo com o seu levantamento, Mercado Livre teve 10% de participação total das vendas, seguido pela B2W (4%), Magalu (2,18%); consolidando-se como os três principais marketplaces brasileiros. Amazon e Shopee, recém-chegada no Brasil, chamaram atenção e também cresceram em relação ao total de vendas respectivamente.

Leia as últimas notícias no Inovação Aberta

Crédito da foto: Black friday photo created by freepik – www.freepik.com

Paulo Roberto Silva

Paulo Roberto Silva é jornalista e empreendedor. Graduado em Jornalismo pela ECA USP e mestre em Integração da América latina pelo PROLAM USP.