O Enjoei teve crescimento de 95% no seu GMV no quarto trimestre de 2020 em comparação com igual período de 2019, atingindo R$ 162 milhões. Com isso, a receita líquida fechou o trimestre em R$ 30,3 milhões e o ano em R$ 79,6 milhões, crescimento de 75% e 48% respectivamente.

A plataforma fechou o ano com 683 mil vendedores ativos, 28% acima de 2019. A base de compradores cresceu 100% na comparação anual, e fechou 2020 em 790 mil usuários. A quantidade de produtos publicados cresceu 74% e fechou em 3,3 milhões.

O marketplace fechou o ano com lucro líquido de R$ 28,2 milhões, 67% acima de 2019. No trimestre o lucro líquido foi de R$ 9,3 milhões, 91% acima do mesmo período de 2019 e revertendo o prejuízo registrado no terceiro trimestre de 2020.

Pesquisa do Enjoei com a base de clientes identificou mudanças relevantes no padrão de consumo. Dos clientes ouvidos, 28% reduziu a quantidade de produtos consumidos, mas adicionou mais produtos do Enjoei. Outros 28% aumentaram o consumo de peças, incluindo as adquiridas na plataforma.

Também em relação à pesquisa, 80% dos clientes admitiram estar dispostos a comprar também produtos novos no Enjoei, além dos usados que já consome. Na média, a cada duas peças de roupa compradas pelos clientes, uma foi adquirida na plataforma. O objetivo estratégico da empresa é fazer com esta relação de dois para um se estenda em todo o e-commerce de moda.

Artigos Relacionados

Crédito da foto: Business photo created by jcomp – www.freepik.com

Paulo Roberto Silva

Paulo Roberto Silva é jornalista e empreendedor. Graduado em Jornalismo pela ECA USP e mestre em Integração da América latina pelo PROLAM USP.