O Fórum Econômico Mundial, que será realizado em Davos na próxima semana, terá como tema principal os impactos da pandemia de covid-19 e os desafios globais para a recuperação mundial. A agenda, apresentada à imprensa nesta terça-feira, contará com a fala de líderes globais, como o presidente da China Xi Jiping, o secretário geral da ONU Antonio Guterres e a primeira ministra da Alemanha Angela Merkel. Não está prevista a participação do governo brasileiro

O primeiro dia de debates, no dia 25 de janeiro, está focado em debates sobre como desenhar sistemas econômicos coesos, sustentáveis e resilientes. Neste dia haverá painéis sobre desenvolvimento de vacinas, recuperação econômica, educação, cidades zero carbono e empreendedorismo social, além de avaliações sobre o enfrentamento do novo coronavirus. O presidente da China, Xi Jiping, e o secretário geral da ONU farão seus discursos neste dia.

Na terça-feira, 26 de janeiro, o foco é como impulsionar “a transformação e o crescimento responsáveis da indústria”. Neste dia os painéis tratarão sobre gestão de riscos, cadeias de valor sustentáveis, adaptação às mudanças climáticas e transformação da manufatura. Os líderes mundiais que falarão neste dia são o presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, a presidente da Comissão Europeia Ursula von der Leyen, a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente da França Emmanoel Macron.

No terceiro dia, 27 de janeiro, o fórum avaliará como melhorar a governança dos bens comuns. Economia circular, mudanças climáticas, energia limpa são alguns dos temas debatidos neste dia. Ele contará com discursos do primeiro ministro da Itália Giuseppe Conti e do primeiro ministro de Israel Benjamin Netanyahu.

Na quinta-feira, 28 de janeiro, o tema em Davos é a Quarta Revolução Industrial. Desafios como a qualificação da força de trabalho, a elevação da alfabetização tecnológica, gestão da inovação, moedas digitais e tecnologias exponenciais estarão em pauta nos painéis deste dia. Ele também contará com discursos do rei da Jordânia Abdullah Il bin Al Hussein e do primeiro ministro da Índia Narendra Modi.

No último dia do fórum de Davos, 29 de janeiro, o foco é a cooperação regional e internacional. Geopolítica, cadeias globais de valor, sistema internacional de comércio e o comércio digital internacional estarão em debate nos diversos painéis do dia. Falarão como líderes mundiais o primeiro ministro de Singapura Lee Hsien Long e o primeiro ministro do Japão Yoshihide Suga.

Os debates do fórum serão transmitidos online e estarão disponíveis para os 20 mil membros da plataforma digital TopLink e para os 400 mil assinantes do aplicativo Strategic Intelligence.

Leia as últimas notícias no Inovação Aberta

Crédito da foto: World Economic Forum / benedikt von Loebel

Paulo Roberto Silva

Paulo Roberto Silva é jornalista e empreendedor. Graduado em Jornalismo pela ECA USP e mestre em Integração da América latina pelo PROLAM USP.