A CVM suspendeu a oferta de equity crowdfunding do canal Metaforando, que estava aberta na plataforma Divi.Hub. A oferta deverá ser pausada por 30 dias, quando a plataforma deverá realizar os ajustes solicitados pelo órgão.

O principal requisito contestado pela CVM foi o fato de que o Metaforando está constituído como Sociedade de Conta de Participação (SCP). De acordo com o comunicado do órgão, “esse tipo societário oferece riscos demasiadamente altos para os investidores como, por exemplo, uma separação patrimonial clara entre o patrimônio da sociedade e dos sócios e a falta de formalização da sociedade, o que aumenta muito a chance de fraudes”.

A Sociedade de Conta de Participação não exige registro em Junta Comercial, e sua constituição é menos formal.

O Metaforando está rodando uma campanha de equity crowdfunding para criar o “Operação Metaforando”, um reality show inspirado no game Among Us. No programa, oito jogadores tentam sobreviver e escapar de uma fábrica. Um deles é um impostor que tem o objetivo de eliminar os outros participantes. Com acesso a imagens pré-selecionadas, Vitor Santos (dono do canal Metaforando), tenta descobrir quem é o impostor junto aos espectadores.

A rodada permitia o investimento mínimo de R$ 10,00, e a meta de captação é de R$ 4,7 milhões. A Sociedade de Conta de Participação, causa da suspensão do projeto, tem o objetivo específico de viabilizar o reality show.

Artigos Relacionados

Crédito da foto: Logo photo created by ijeab – www.freepik.com

Paulo Roberto Silva

Paulo Roberto Silva é jornalista e empreendedor. Graduado em Jornalismo pela ECA USP e mestre em Integração da América latina pelo PROLAM USP.