A Buser, plataforma de compartilhamento de ônibus fretado, está expandindo sua operação de marketplace em parceria com companhias de ônibus que operam dentro das rodoviárias.

O serviço, chamado de Buser Passagens, começou em dezembro do ano passado em caráter de testes. Neste período, a performance do serviço validou sua aplicação. No início eram 4 empresas parceiras transportando 300 passageiros por semana entre 5 cidades. Hoje, já são 20 empresas parceiras, atendendo através das rodoviárias, com uma média de 1.400 passageiros por semana e mais de 200 cidades atendidas via rodoviárias.

No sistema de fretamento a empresa cresce a uma média de dois dígitos por semestre, com mais de 3 milhões de usuários cadastrados em sua plataforma e 2 milhões de passageiros transportados. A média diária de 15 mil viajantes.

Para ingressar ao sistema a plataforma exige que o preço final das passagens oferecidas pelas empresas seja menor ou igual ao preço já ofertado. “Quando a gente vende mais para o parceiro, ele aumenta a ocupação e consegue reduzir ainda mais o preço unitário do bilhete e aumentar seu faturamento”, afirma Marcelo Abritta, CEO da Buser. “Queremos ampliar nosso marketplace com empresas que oferecem um serviço de alta qualidade e conforto para os usuários.”

Embora no sistema via rodoviárias o volume de passageiros ainda não se compare com o de fretamento, a estratégia inicial é a de inicialmente atender praças onde a empresa ainda não esteja atuando, para alcançar uma cobertura de malha rodoviária que seja plenamente abrangente, sem perder o foco em suas principais qualidades: o preço baixo e segurança.

Para ingressar ao sistema as empresas aderem ao processo de ajuste tecnológico, que contém itens de segurança, como o sistema de telemetria (que controla a velocidade dos veículos e fiscaliza em tempo real o seu desempenho) e o sensor de fadiga (que monitora o motorista durante todo o percurso por uma câmera que mostra o nível de cansaço em que eles se encontram). Se necessário, um motorista reserva é levado até o ônibus para a troca do condutor. Além do serviço de suporte 24h da Buser, com atendimento pelo chat direto no aplicativo, além de alterações ou cancelamentos de viagens sem custo.

Entre as principais cidades que a opção de viagens partindo de rodoviárias está disponível estão:  Curitiba/PR, Londrina/PR, Cascavel/PR, Joinville/SC, Campo Grande/MS, Cuiabá/MT, Goiânia/GO, Salvador/BA, Feira de Santana/BA, Vitória da Conquista/BA, Recife/PE e Maceió/AL.

Artigos Relacionados

Crédito da foto: Divulgação Buser

Paulo Roberto Silva

Paulo Roberto Silva é jornalista e empreendedor. Graduado em Jornalismo pela ECA USP e mestre em Integração da América latina pelo PROLAM USP.